Artigos

Transformando desafios em oportunidades de crescimento

 

Olá queridos leitores!

São 5 horas da manhã. Um dos meus vizinhos deixou um cachorrinho trancado na sua varanda. Em Curitiba faz um frio de 10 graus. Seja de frio ou de abandono, o bichinho não parou de chorar a noite inteira.

Moro em um prédio e tenho vários vizinhos que têm animais de estimação. Portanto, volta e meia acontece de eu ser acordado no meio da noite, ou porque um gato está miando ou porque um cachorro está latindo ou, no caso de hoje uivando.

Como havia me preparado para uma boa noite de sono, fiquei frustrado quando acordei com o uivado do cachorro. Nesta mesma hora, veio em mente algumas lições que aprendi quando estava estudando para me formar como coach.

A primeira delas é não julgar de acordo com a minha visão de mundo. Como não sei as condições que fizeram este vizinho deixar o seu animal de estimação para fora do seu apartamento, seria insensato da minha parte julgar este fato. Claro que pode ser negligência, mas quem me garante que não é algo grave e que este vizinho não possui outra alternativa? Logo, se eu me irritasse com esta situação, quem sofreria a consequência disso seria eu e, provavelmente, custaria a dormir por conta deste estado de estresse que eu mesmo provoquei.

Como não consegui voltar a dormir, resolvi me levantar, fazer um chá, ligar o meu computador e escrever este texto. Decidi fazer algo de útil ao compartilhar com você a minha experiência. Esta é a segunda lição: entre o estímulo que uma situação provoca e a resposta que damos para ela, temos a liberdade de escolher como vamos reagir. Podemos decidir se vamos deixar que esta situação nos afete negativamente, ou se vamos tentar fazer algo produtivo com ela.

Por mais estranho que isto pareça ser, você já fez isto inúmeras vezes na sua vida. Responda às seguintes perguntas para ver como:

  1. Pense num problema que você já teve, mas que você já resolveu.
  2. Pense em algumas palavras que definem como você se sentia em relação a esta situação antes de resolvê-la.
  3. Agora, após este mesmo problema ter sido resolvido, como você se sente?
  4. Perceba como você transformou um problema em uma oportunidade de crescimento.

É muito importante que você se lembre disso para a próxima postagem: conforme encaramos um problema, uma crise ou um desafio, eles se tornam oportunidades valiosas de evolução!

Boa reflexão e até mais ver!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×